Há 89 anos...

No dia 18 de novembro de 1928 estreava nas telas americanas o curta-metragem Steamboat Willie, trazendo Mickey Mouse em sua primeira aparição sonorizada...

Inclusive, muitos atribuem a data de "nascimento" do camundongo como sendo essa por conta do sucesso do curta. Mas tanto ele quanto Minnie, sua namorada, já haviam aparecido em outro curta, Plane Crazy, mudo, também lançado em 1928, pouco antes de Steamboat Willie...

Mas inegavelmente, Steamboat Willie lançou o ratinho para as estrelas, de onde ele nunca mais saiu...




Tem a animação original no Youtube: Aqui

Há 79 anos...



Aniversário de Luciano Bottaro

Hoje seria aniversário de um grande autor Disney italiano...




Luciano Bottaro nasceu na Itália em 16 de novembro de 1931. Iniciou sua vida profissional em 1949, aos 18 anos de idade, fazendo ilustrações para a revista "Lo Scolaro", serviço que desenvolveu até 1950 quando foi interrompido pelo Serviço Militar até 1951. Ainda em 1951 - com 20 anos - começou a produzir histórias Disney para a Editora Mondadori.
Trabalhou para essa Editora por 28 anos - até 1979 - desenhando principalmente histórias com os Patos, muitas vezes com roteiro próprio ou com a colaboração de seu parceiro Carlo Chendi. Paralelamente, nesse período, produziu trabalhos com diversos personagens para várias publicações ou revistas, tais como: "Pepito" para "Edizioni Alpe", "Whisky & Gogo" para "I Postorici", "Pik e Pok" para "Bianconi", "Pon Pon" para "Lo Scolaro" e muitos outros. De 1968 a 1985 liderou o "Studio Bierreci", juntamente com Georgio Rebuffi e Carlo Chendi. Entre 1969 e 1972 produziu histórias - com roteiros de Carlo Chendi - diretamente para os Estúdios Disney, destinadas ao mercado internacional. Em 1990 - com 59 anos - voltou a produzir por alguns meses, histórias Disney para a Editora Mondadori. Luciano Bottaro faleceu na cidade de Rapallo, na Itália, em 25 de novembro de 2006, com 75 anos de idade, após uma vida de grande produção quadrinística.

Texto e Pesquisa: Cesar Brito
Colecionador e Gibólogo


Fonte: Esquiloscans 

Seção Saudade - Bob Grant...

Há 49 anos, nos deixava um grande e pouco conhecido mestre Disney... Bob Grant...

Robert Grant, conhecido como Bob Grant, nasceu nos Estados Unidos, em 10 de março de 1916.

Começou a trabalhar como animador nos Estúdios Disney, aos 21 anos - em 1935 - e lá permaneceu até 1938.
Em 1939, aos 25 anos, começou a produzir tiras de jornais com o personagem Banzé, e nesse trabalho permaneceu até 1968.

Durante esse período, produziu outras tiras (tais como Silly Symphonies), muitas histórias de uma página e algumas outras histórias mais longas, trabalhando sempre com os personagens Disney.




Fonte: Esquiloscans e Comiclopédia

Há 76 anos....


Falta um...

Os títulos clássicos estão voltando um a um para as bancas... numa tentativa clara de resgatar os colecionadores e saudosistas...

Primeiro foi o Natal de Ouro... Tudo bem que esse vai pular esse ano... Deve voltar ano que vem (espero)...

Depois vieram os almanaques de personagens... Vieram em avalanche...10 de uma vez só... 6 ficaram logo pelo caminho e só o quarteto principal se manteve... Mas também sucumbiram... Infelizmente...

Daí veio o Disney Especial... Voltou desbancando os temáticos mensais... Não foi uma troca justa... 300 páginas inéditas por 244 de republicações... mas vá lá...

E por último, a volta do Almanaque Disney causou bastante agito no mercado e, principalmente, na rede... Sem a sua tradicional lombada quadrada, mas continuando sua numeração e tradição de trazer inéditas e republicações... 

Mas falta um para ter o time clássico completo...

A Edição Extra...

Acho que seria uma publicação perfeita agora... Podendo trazer de volta os temas em forma mais light do que o Disney Especial faz... Trazer novamente edições de personagens, como fazia em seus bons tempos... Pateta, Peninha, Escoteiros Mirins, Metralhas, Superpateta... E as comemorativas, como carnaval, festa junina, Namorados.... São infinitas possibilidades nas mãos do editor...

Já mandei emails e mensagens para a Abril e para o Maffia... sei lá se escutaram ou leram... mas continuo esperançoso...



Novas princesas Disney - Menos melodramas, mais aventuras

Os longas de Walt Disney sempre foram marcados por muita música... E quando se tratavam de princesas, muitos melodramas...

A linha geral sempre foi a mesma... As princesas sofrendo injustiças e sendo salvas pelo príncipe encantado... A fórmula era boa... Fez sucesso por muitos anos...

Mas os novos tempos pedem novas atitudes e as princesas também mudaram...

A nova "safra" de princesas já não depende mais do príncipe encantado... Elas são protagonistas das próprias histórias e o melodrama foi trocado pela ação, pela aventura...

Eu, particularmente adorei... Acho fantástico esse novo rumo...

Aqui temos 4 exemplos dessas novas princesas... Sim, continuam sendo princesas... Mas que são, e muito, diferentes das princesas clássicas.

Pocahontas - Apesar de ainda ter o ar de romance, aqui é a princesa que salva o príncipe...



Valente - A princesa Mérida prefere enfrentar ursos místicos do que a escolha do seu futuro noivo... E é ela quem salva todo mundo...



Frozen - Anna ainda foca no lado romântico da coisa, mas parte sozinha em busca de sua irmã sem pensar duas vezes. E Elsa, apesar de fugir da responsabilidade a princípio, também não precisa de um par romântico para ser fantástica...



Moana - A princesa mais decidida de todas... enfrenta tudo e todos para salvar seu povo. Precisa sim da ajuda do semi-deus, Maui, mas enfrenta os perigos com muito mais coragem do que ele...




E aí? qual sua preferida?? discorda?? Concorda?? Fale agora ou cale-se até o próximo post... hehehe




E lá se vão...




... 4 meses... sim, fazem 4 meses que o blog estagnou... Caramba.. o tempo passa... o tempo voa... mas, não tem problema... cá estamos para mais uma temporada de amenidades e inutilidades Disney...

Curtam, comentem... participem do grupo lá no Face... 
https://www.facebook.com/groups/1530623353674634/

Dia Mundial do Rock

"A data celebra anualmente o Rock e foi escolhida em homenagem ao Live Aid, megaevento que aconteceu nesse dia em 1985. A celebração é uma referência a um desejo expressado por Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o Dia mundial do rock."

O interessante é que sempre que penso em Rock + Disney, vem automaticamente uma história na minha memória... li ela muitos anos atrás... muito tempo depois descobri que era um roteiro do Arthur Faria Jr... "É o Rock..." com o impagável Raul Queixas... Saiu por aqui no Pato Donald 1680 (1984), no DE 109 - Os Cantores e no Almanaque do Pato Donald 3, de 2011.

Eu li ela na revista do Pato... 




Rock tão pauleira que detonou o aparelho de som do Donald... Huá, Huá, Huá...


Existem centenas de histórias com essa temática na Disney... umas hilárias, outras, nem tanto... mas tem pra todos os gostos... Brasucas, Americanas, Italianas, Dinamarquesas, Francesas, Holandesas... enfim... Rock de todos os tipos e idades... É uma combinação que dá samb.... ops... Dá Rock...

Curioso é que tem uma do Barks que ganhou o nome de "O Rock de Natal" aqui no Brasil, mas a música tema esta bem longe de ser um Rock... tanto que o nome originial é "The Christmas Cha Cha". Acho que no momento da tradução optaram pelo Rock pois Cha Cha Cha não é lá muito popular por aqui... hehehe

E aí? tem alguma preferida??


86 Anos do Pluto

Na verdade não é bem assim... mas fazem exatos 86 anos que ele apareceu pela primeira vez em uma tira de quadrinhos... então, tá valendo hehehe

A primeira aparição do mascote do Mickey em quadrinhos foi na tira "Pluto the pup", de 8 de julho de 1931.

Essa tira e as seguintes foram publicadas aqui na edição #16 de Aventuras Disney, em 2006, que comemorava os 75 anos do Personagem. Depois disso nada mais se comemorou... quem sabe nos 90 anos dele a gente tem um capa dura comemorativo...


Segue aí, para quem não leu ou não lembra, o texto publicado em AvD16 sobre o personagem....